9 fatos curiosos que você talvez não saiba sobre gravidez

Postado em sexta-feira, 11 de abril de 2014 |
Mulher ou não, com filhos ou não, as curiosidades a seguir, todas a respeito de gravidez, são impressionantes e, como ninguém aqui é filho de chocadeira, sempre vale a pena saber um pouco mais sobre o assunto.

1 – A gestação mais longa de todos os tempos

Fonte da imagem: Reprodução/dfdaily
O tempo ideal de gestação é de nove meses, mas tem muita criança aí mais apressadinha que acaba chegando antes da hora, isso você bem sabe. O que é mais raro, mas não impossível, é que alguns bebês estejam tão confortáveis ali, na barriga da mãe, que a vontade de sair simplesmente não existe. A gravidez mais longa de que se tem notícia é uma que durou impressionantes 375 dias, muito mais do que os 280 esperados. O bebê preguiçoso nasceu bem, pesando pouco mais de 3 kg.

2 – Fetos meninos têm ereções

Fonte da imagem: Reprodução/Mamaeesmrede
Esse não é o assunto favorito da maioria das mães, mesmo quando o filhão já é adolescente. O que muita gente não sabe, porém, é que é bem possível que um feto de um menino possa ter uma ereção ainda no útero. Não se assuste, é completamente normal e imperceptível.

3 – Das consequências do parto

Fonte da imagem: Reprodução/jezebel
Mulheres sabem bem que a última parte do corpo que se pensa em machucar fica bem ali, por onde o bebê resolve sair depois dos nove meses. Além dos incômodos durante a gravidez, das contrações e da dor do parto que, dizem, é uma das piores da Medicina, as mamães podem levar alguns pontinhos bem no local, simplesmente porque a pele pode romper durante a retirada do recém-nascido. Já imaginou a dor?

4 – Cocô em seu momento mágico

Fonte da imagem: Reprodução/Giadinh
Quando você diz que “está na m...” pode ser no sentido figurado, mas talvez você tenha estado mesmo, no dia do seu nascimento. É que muitas mulheres, devido à força que fazem, acabam defecando em pleno trabalho de parto. Bacana, né? É por isso que geralmente os médicos fazem uma lavagem intestinal, para evitar que o bebê nasça em um momento inoportuno – o problema é que nem sempre dá tempo...

5 – Brilho na pele

Fonte da imagem: Reprodução/doctor.ndtv
Você já deve ter ouvido em algum lugar que mulheres grávidas têm um brilho especial. Isso é verdade, sabia? A explicação é que, quando uma mulher está grávida, a quantidade de sangue no corpo dela tende a aumentar em 50%. Esse sangue extra acaba aparecendo na pele, especialmente nas bochechas.
Além disso, os hormônios femininos, que estão a todo vapor, deixam as glândulas de óleo mais ativas, resultando em uma aparência mais brilhante e em uma pele mais macia. A combinação desses óleos extras e do sangue a mais resulta em um brilho notável e muito bonito.

6 – Grávidas sentem melhor o cheiro das coisas

Fonte da imagem: Reprodução/Actitudfem
Durante a gestação, as mulheres sentem melhor os odores – o mesmo vale para o sabor. Alguns cientistas acreditam que isso faz parte de um mecanismo que ajuda as gestantes a evitar o consumo de alimentos tóxicos que podem ser perigosos para adultos e mortais para os fetos. Faz sentido, né?

7 – As contrações não acabam depois do parto

Fonte da imagem: Reprodução/Annekokusu
Aquelas dores fortes que aparecem de instantes em instantes não cessam magicamente assim que o filho nasce. Muito pelo contrário: elas podem durar até alguns dias – sim, dias – depois do parto. Essas contrações são câimbras musculares, um jeito que o corpo encontra de cessar a perda de sangue. Mas, calma, as dores tendem a ser bem menores e, se por acaso a mulher ficar internada após o parto, talvez nem perceba.

8 – Comer por dois? Não precisa

Fonte da imagem: Shutterstock
Uma das melhores partes de estar grávida é poder comer o que quiser, ter desejos absurdos e, se alguém falar alguma coisa, responder com “estou comendo por dois, pare de me censurar e vá à cozinha buscar um balde de sorvete, por favor”. Acontece que isso não é verdade, você não vai precisar comer tanto.
A média de calorias diárias extras é de 300. A maioria das mulheres deve ganhar pouco mais de 10 kg durante a gestação, então o jeito é maneirar.

9 – Pai solidário

Fonte da imagem: Reprodução/parent24
É bastante comum que o pai do bebê passe a sentir alguns dos sintomas da gestação, como enjoos, cansaços, dores nas costas, vontades de comer coisas diferentes. Muitos papais acabam até mesmo ganhando uns quilinhos a mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário