Pipoca - É divertida, é gostosa e faz bem!

Postado em quinta-feira, 17 de outubro de 2013 |



Na casca da pipoca estão doses generosas de fibras, substâncias que contribuem para a formação do bolo fecal. O melhor é que o papel das fibras não fica restrito a dar um empurrão ao funcionamento do intestino. Elas também são reverenciadas por tornar a digestão mais lenta, prolongando, assim, a sensação de barriga forrada - uma vantagem e tanto para quem quer derrubar o ponteiro da balança. 
  
Já na parte fofa e geralmente branca dessa pequena notável fica guardado outro aliado do organismo: o amido resistente. Ele passa praticamente intacto pelo aparelho digestivo, só no intestino grosso é que micro-organismos da flora o transformam em ácidos graxos de cadeia curta. Ele deixa a área mais ácida, favorecendo a proteção contra células cancerosas. Por isso, o consumo de amido resistente tem sido associado à redução do risco de tumores no órgão.


Com todos esses benefícios, a pipoca pode ser consumida em um lanche da tarde e no lugar dos salgadinhos de pacote, mas é importante não exagerar na quantidade de sal que colocará na pipoca. Uma quantidade boa de pipoca para consumir é uma xícara de chá, que tem aproximadamente 55 calorias
Comparada com a pipoca caseira, feita só com um fiozinho de óleo, a tradicional de microondas é bem mais calórica.



Veja abaixo uma tabela com as principais diferenças entre os tipos de pipoca:

C3luEbu


Um comentário: